6 problemas que um escritório de advocacia enfrenta com a falta de automação

Publicado em:

Os grandes escritórios de advocacia vem investindo em tecnologia a cada dia. Porém, muitos ainda não possuem uma organização automatizada de tarefas, ações e processos, e o gestor jurídico depende de pessoas para gerir o fluxo das informações dentro do escritório. Além de ser uma grande perda de tempo, isso causa sérios problemas.

Conheça 6 problemas enfrentados pelos escritórios de advocacia devido à falta de automação!

Perda de tempo

Dentre as atividades mais comuns na gestão de um escritório de advocacia, podemos citar o controle financeiro (fluxo de caixa), acompanhamento processual e de prazos, pesquisa de doutrina e jurisprudência, e outras. É possível perceber que todas elas possuem um caráter burocrático, repetitivo, por ser constante no escritório.

Por isso, o profissional responsável por elas destinará boa parte do seu tempo para executá-las, dia após dia. Essa perda de tempo, especialmente diante da falta de automação, retira o advogado ou gestor de atividades mais essenciais.

Felizmente, há ferramentas, como softwares jurídicos, que poderiam otimizar as tarefas e gastar menos tempo para realizá-las.

Baixa produtividade

Considerando a perda de tempo evidente para um profissional que lida com a falta de automação no escritório de advocacia, é fácil imaginar que ele também não será produtivo. Apesar de passar o dia inteiro realizando tarefas (que poderia ser realizadas de modo mais rápido e fácil com a automação), o advogado sente que não está rendendo o suficiente.

Certamente, essa sensação o assola porque não está se destinando às atividades que realmente fazem a diferença em seu trabalho, como a representação processual, elaboração de documentos jurídicos, reuniões com clientes e outras tarefas.

Perda de informação

A gestão da informação em um escritório de advocacia é fundamental, porque a atividade lida com dados estratégicos e sigilosos de seus clientes. Sem a automação, essa gestão fica muito complicada, já que é preciso lidar com documentos físicos que podem se perder ou ser extraviados. E, como se sabe, perder um documento na advocacia pode ser crucial para perder uma causa.

Além disso, sem uma boa organização dos dados (o que é comum com a falta de automação), a informação pode se perder. Imagine que, por um descuido, você esquece de repassar a data de uma audiência para o cliente? Certamente isso será um grande problema para a relação entre vocês.

Desorganização

Além da perda de tempo, baixa produtividade e perda de informação, a falta de automação ainda acarreta desorganização no escritório de advocacia. Dividir e organizar tarefas sem o auxílio de ferramentas tecnológicas é uma dor de cabeça para o gestor e para os próprios advogados.

É provável que dois advogados sejam atribuídos para a mesma tarefa, ou que ocorra a perda de prazo ou, ainda, que o fluxo de caixa não feche corretamente.

Dificuldades na prospecção e fidelização de clientes

A falta de automação causa problemas na comunicação interna e isso dificulta bastante o relacionamento com o cliente. Conforme dito anteriormente, a perda de informação sobre a movimentação do processo ou sobre uma audiência, assim como uma possível diligência que depende do cliente, pode quebrar a confiança existente com o advogado.

Além de perder um cliente, o escritório deixa de garantir novas indicações, que só vêm com a excelência na prestação de serviços advocatícios.

Prejuízos para o crescimento

A ausência da organização automatizada dos processos internos em um escritório de advocacia causa muitos prejuízos para o crescimento do negócio. A desorganização e a perda de tempo fazem com que o gestor não consiga reunir informações estratégicas suficientes para utilizar indicadores e métricas. Eles são um termômetro fundamental para saber as falhas, o que possibilita trabalhar na correção delas.

Sem os dados necessários, é impossível registrar as tarefas realizadas, o histórico de movimentação processual, as metas alcançadas. Sem esse registro, o gestor não consegue ter controle sobre a qualidade do serviço. O resultado é sempre a dificuldade de crescer e desenvolver.

 

Muito mais do que perda de tempo, um escritório de advocacia enfrenta problemas cruciais para seu negócio com a falta de automação. É preciso adotar soluções que automatizem as tarefas internas para que o serviço prestado seja cada dia mais eficiente e de qualidade.