6 razões para usar um software jurídico em seu escritório de advocacia

Publicado em:

A revolução tecnológica atingiu os escritórios de advocacia e proporcionou a criação de uma ferramenta indispensável para a gestão desse negócio: o software jurídico. Ele possui funcionalidades que abrangem todas as tarefas administrativas e operacionais da advocacia. Se você ainda não adotou um software jurídico no seu escritório, veja 6 razões para utilizá-lo!

Controle de rotina

Controlar a rotina de um escritório de advocacia não é uma tarefa simples. Ao mesmo tempo que o gestor deve realizar o controle de tarefas, delegando-as e acompanhando sua execução, deve estar atento aos prazos processuais e administrativos.

O advogado não deve apenas participar de audiências, atender o cliente e escrever petições. Ele é parte ativa de outras tarefas gerenciais e precisa cuidar do processo, acompanhando os andamentos para saber o que deve fazer em cada etapa processual. Em suma, todos os envolvidos no escritório devem realizar um bom controle de rotina para que o negócio cresça.

Por ser um volume alto de tarefas, nem sempre é possível realizar tudo com zelo. Mas com um software jurídico é possível automatizar boa parte dessas tarefas repetitivas e burocráticas, como realizar o controle de prazos e processos.

Indicadores como parte da estratégia

Um bom software jurídico possui práticas e métodos para melhorar o desempenho do trabalho. Uma delas são os indicadores, ferramentas de alto valor estratégico. Isso porque eles participam de funções importantes dentro de um escritório, como:

  • Alinhar as atividades de toda a equipe: indicadores podem medir a motivação dos profissionais, contribuindo para alcançar resultados mais expressivos.
  • Conquistar resultados relevantes: indicadores analisam o desempenho específico de cada etapa e global, possibilitando a correção de erros.
  • Garantir a produtividade: os indicadores de produtividade ajudam a analisar as possíveis causas de um profissional menos produtivo.
  • Avaliar as demandas: indicadores podem estabelecer a relação entre os novos contratos e a quantidade de serviços finalizados em determinado período.

Fluxo de trabalho mais organizado

Do interesse de um potencial cliente no serviço advocatício até o fim do processo, percorre-se um longo caminho no escritório de advocacia. O fluxo de trabalho envolve inúmeros profissionais, que vão desde a recepção até o sócio. O controle da rotina é fundamental neste fluxo, mas não sem a ajuda de um software jurídico.

Quais são as atividades a serem realizadas e quem serão os responsáveis? Todos podem ter acesso a informações determinadas? Como é possível gerir o tempo no fluxo de trabalho? É possível automatizar tudo isso por meio do software jurídico, já que ele pode delegar tarefas de forma fácil e rápida, atualizar o gestor sobre as atividades em tempo real, dentre outras funcionalidades.

Equipe mais produtiva

Com o controle da rotina e com o fluxo de trabalho organizado, não é difícil imaginar que a produtividade de toda a equipe aumentará. Porém, isso pode ser potencializado ainda mais com o software jurídico. Ele pode realizar tarefas que, anteriormente, eram realizadas pelo advogado ou pelo estagiário.

Existem programas que, por meio de seus robôs de automação, automatizam tarefas repetitivas, garantem a extração de informações gerenciais, e integram-se com outros softwares, além de capturar o andamento dos processos nos sites dos tribunais.

Os profissionais poderão dedicar seu tempo às tarefas em que são imprescindíveis.

A advocacia antes e depois da jurimetria

Subsídio à tomada de decisões

A extração de informações gerenciais por meio do software jurídico é uma das grandes vantagens que essa tecnologia apresenta. A análise desses dados possibilita ao gestor do escritório tomar decisões mais fundamentadas para o sucesso do negócio. Quais são os padrões dos clientes, suas ações e demandas?

Essas informações integram relatórios gerenciais que serão utilizados pelos sócios para direcionar melhor o escritório.

Vantagem competitiva

Consequência das decisões bem fundamentadas, o software jurídico também é capaz de conferir ao escritório uma enorme vantagem competitiva. Isso porque a gestão jurídica se torna mais profissional, controlada, organizada e produtiva, o que é sinônimo de melhor colocação no mercado. É uma forma de se igualar e superar os concorrentes.

O fato de que os profissionais serão direcionados para as tarefas essenciais do escritório é especialmente importante, pois o material humano sempre será o maior diferencial na advocacia.

 

Existem muitas razões para utilizar um software jurídico. Mas o gestor precisa escolher um programa que forneça ferramentas e soluções adequadas ao seu negócio. Assim, é possível evitar erros na hora de gerir o escritório.

Aliás, é bom ficar atento às falhas de gestão jurídica, uma vez que são mais comuns do que se pode imaginar. Leia nosso texto sobre o tema e adote medidas preventivas!