Como ser um advogado influenciador

Publicado em: Sem tempo para ler? Aperte o play abaixo e ouça o artigo!

Você já ouviu falar em advogado influenciador? Esse tipo de profissional jurídico é um pouco raro, porque nem todos estão preocupados com esse status. Mas, muito mais do um status, ser influenciador é adotar práticas para se destacar no mercado por meio do engajamento e criação de conteúdo relevante. Ou seja, é estar sempre competitivo e interagir com seu público-alvo de forma correta por meio do marketing jurídico.

Quer saber como ser uma advogado influenciador? Confira nossas dicas!

O que é ser um advogado influenciador?

Advogado influenciador é aquele que se destaca no mercado, buscando relevância junto ao consumidor. Esse profissional é capaz de angariar grande volume de seguidores nas redes sociais e gera engajamento para alavancar vendas; no caso do advogado, serviços advocatícios.

Já ouviu falar em digital influencer? A ideia do advogado influenciador é a mesma. Esse novo mercado dos influencers é baseada na validação da empresa e de seu produto ou serviço pela conteúdo a ela assimilado pelo público-alvo consumidor.

Uma das formas mais eficazes de criar essa ligação conteúdo-consumidor é por meio dos influenciadores digitais. Não podemos nos esquecer que nosso atual comportamento de consumo é mais conectado às opiniões das pessoas que conhecemos e em quem confiamos. Dentre elas, estão os influenciadores digitais. A publicidade e o marketing tradicionais já não têm tanta eficácia.

Como ser um advogado influenciador?

A maioria dos brasileiros (66%) utiliza mídias sociais, como YouTube, Facebook, WhatsApp e Instagram. Por esse motivo, marcar presença na internet se tornou uma estratégia obrigatória pelas empresas de qualquer segmento. E quando falamos de advogado influenciador, a premissa também é verdadeira.

Afinal, é provável que seu público tenha acesso a internet. Então suas práticas são relacionadas também à rede mundial de computadores. Veja a seguir como ser um advogado influenciador.

Ter um site

Para expandir o alcance de sua atividade, qualquer profissional deve ser visto o máximo possível. Investir em marketing jurídico digital é fundamental. E tudo começa pelo site, a principal vitrine de um advogado influenciador ou escritório de advocacia antenado.

Certamente, sua página na internet deve ser bem feita. Além de possuir design atraente e interface amigável, deve conter todas as informações que o público procura. Isso significa local, advogados e seus currículos, áreas de atuação e formas de contato. Principalmente, ele deve ser otimizado para ranquear bem nas buscas orgânicas feitas por meio do Google. Assim, contribui para alavancar as oportunidades.

Conhecer seu público

Toda estratégia de marketing digital se baseia no conhecimento do público-alvo. Conhecer o sexo predominante, a faixa etária, os hábitos de consumo, a escolaridade, a presença virtual, dentre outros critérios, é fundamental para o advogado influenciador.

A partir do momento que o profissional sabe onde seu público está na internet, é mais fácil traçar estratégias eficientes. Afinal, cada mídia social possui um tipo de conteúdo apropriado. Obviamente, você não fará um texto para veicular no YouTube. Por isso, saber o hábito de navegação do potencial cliente é essencial.

Da mesma forma, esse conhecimento possibilita ao advogado influenciador utilizar a linguagem mais apropriada. Se o potencial cliente é leigo, é preciso facilitar a comunicação, evitando o uso de jargões jurídicos para contribuir para o esclarecimento da questão.

Ter um bom plano de marketing jurídico

Quando falamos de marketing jurídico, a primeira coisa que deve vir à mente do advogado é obedecer às regras da OAB sobre publicidade. Essa é a base do plano de marketing de um advogado influenciador. É possível utilizar mídias sociais? Sim. Basta que a divulgação dos serviços no meio digital, inclusive em mídias sociais, seja realizada de maneira sóbria e com o objetivo de informar.

Considerando esse ponto de partida, o advogado influenciador delimita onde está seu público-alvo, a linguagem que deve ser utilizada e qual o conteúdo de maior relevância. O bom plano de marketing jurídico também envolve o conhecimento sobre o funil de vendas e outros conceitos de publicidade. Para quem não é familiarizado com isso, o auxílio de um especialista pode ser interessante.

Criar conteúdo relevante

A criação de conteúdo relevante para site, blog e mídias sociais é a base do inbound marketing. É também por meio dele que se faz um advogado influenciador. Lembra que falamos que esse profissional é o responsável por estabelecer a ligação entre empresa e consumidor? A conexão é feita por meio de textos, vídeos e posts de interesse da sociedade que são voltados à informação do cliente.

Os conteúdos relevantes são meios para que o leitor crie um elo de confiança com o autor. No caso, o escritório ou advogado. Quando os textos, vídeos, infográficos e outras mídias são atraentes, cria-se autoridade.

Além de criar conteúdos atraentes, não se esqueça de que é preciso publicá-los com frequência definida, interagir com o conteúdo de potenciais clientes para criar a conexão, abordar temas relacionados à sua atividade (com técnicas de SEO – Search Engine Optimization), dentre outras práticas eficientes do marketing de conteúdo.

Ser criativo

Dentro dos preceitos do Código de Ética da OAB, o advogado influenciador pode adotar muitas práticas de marketing jurídico para se destacar. É preciso ser criativo e fugir do comum para atrair a atenção do público. Só não se esqueça da sobriedade essencial à advocacia.

Quer um exemplo? Se você sempre fez o tipo escritor de histórias, mas deixou essa habilidade de lado, pode escrever uma história narrativa exemplificando os direitos do consumidor no Black Friday. Ao invés de escrever um texto tradicional, utilize o storytelling. Você pode, inclusive, fazer uma seção no blog só com histórias assim.

Usar a influência com sabedoria

Um dos pontos de maior observância do advogado influenciador é usar sua influência com sabedoria. Ele construiu sua autoridade na advocacia e sabe que seu público-alvo se importa com as informações que dá. Por isso mesmo, ter responsabilidade em relação ao potencial cliente é uma premissa básica.

Afinal, o Direito regulamenta situações cotidianas. Uma informação falsa pode fazer com que uma pessoa atue de forma errada, o que pode causar prejuízos a ela. Por isso, o advogado influenciador sempre está preocupado em adquirir conhecimento e se manter atualizado em sua área. Assim, sua influência pode ser exercida com sabedoria.

Um advogado influenciador é um grande trunfo para escritórios de advocacia. Além de carisma, eles têm uma habilidade natural de prospectar e fidelizar clientes. Existe algum assim em seu escritório? Conte para a gente sua experiência!