O que é o Business Model Canvas Jurídico?

Publicado em:

O Business Model Canvas ou Canvas Modelo de Negócios é uma ferramenta que ganhou popularidade nos últimos anos. Ela passou a ser adotada também na advocacia, assumindo o nome de Business Model Canvas Jurídico (ou apenas Canvas Jurídico).

Conheça um pouco mais sobre ela!

#O que é o Business Model Canvas Jurídico?

O Canvas é uma ferramenta de modelo de negócios muito utilizada por startups. O Business Model Canvas Jurídico é, portanto, um meio de realizar a modelagem de um negócio jurídico.

Ela consegue fazer um plano estratégico para empreendimentos que serão abertos ou reestruturados. Para tanto, esboça as principais características de um negócio. Em outras palavras, consegue dar uma noção dos 4 pilares do escritório : cliente, serviço, infraestrutura e viabilidade financeira. Tudo isso em um quadro, por meio do qual o advogado consegue enxergar todos os pontos-chave de seu empreendimento.

Assim, podemos dizer que o Business Model Canvas Jurídico oferece uma visão geral do escritório de advocacia. Por isso, é útil na abertura e na reestruturação ou no desenvolvimento de negócios.

#Pontos abordados no Business Model Canvas Jurídico

O Business Model Canvas Jurídico é construído a partir de percepções sobre 9 questões. Veja:

  1. Fontes de renda: formas de receita do escritório, que deve sempre pensar em receitas por transação (derivada de um atendimento pontual ao cliente) e receitas recorrentes (advém de contratos de longo prazo). É o momento de pensar em precificação, capacidade de pagamento do cliente e influência de cada fonte de receita no faturamento do negócio.
  2. Proposta de valor: são os serviços que você presta, a entrega para o cliente que foi descrito na segmentação. Vá além e pense em como você resolve a dor que ele sente. Será preciso conhecer as dificuldades e os medos para, então, oferecer algo que realmente valha a pena para ele.
  3. Relacionamento com clientes: forma com a qual o cliente espera ser atendido (assistência exclusiva do advogado, sem intermediários, dentre outras). Escute os atuais clientes para conhecer suas expectativas e analise a viabilidade da maneira escolhida.
  4. Atividades: atividades mais importantes que seu escritório de advocacia deve executar para prestar um serviço de excelência. Além da atividade jurídica, podemos citar administração, marketing, controladoria, financeiro etc.
  5. Recursos: recursos necessários para que o escritório entregue o que prometeu na proposta de valor. Isso envolve recursos financeiros e humanos, infraestrutura, tecnologia (software jurídico).
  6. Segmento de clientes: segmentos que seu escritório atende ou pretende atender, mas com identificação do perfil específico que você tem como alvo.
  7. Parceiros: potenciais parceiros do escritório de advocacia, sejam pessoas ou empresas que o ajudam a deixá-lo mais eficiente.
  8. Canais: formas de alcançar o cliente, como site, redes sociais etc. Lembre-se de pensar algo aplicável ao seu perfil de cliente.
  9. Custos: todos os custos envolvidos no modelo de negócios do seu escritório.

#Quais modelos de Canvas Jurídico existem?

Para usar essa ferramenta, você pode estruturar esses 9 pontos de diversas formas: planilhas mais complexas ou simples, quadros interativos, dashboards. Há advogados que separam o Business Model Canvas Jurídico em 4 quadros diferentes, considerando os pilares.

Uma das características do Canvas Jurídico é apresentar esses dados relevantes de forma simples e visual. Por isso, sugerimos utilizar um quadro interativo ou um dashboard que permita uma visualização rápida sobre as questões.

Existe, por exemplo, uma técnica chamada Lean Canvas, criada por Ash Maurya, que se baseia no Business Model Canvas. O foco dele são os aspectos mais arriscados na criação empresa. Para tanto, utiliza o teste de hipóteses e feedbacks, descartando ideias que não trariam resultados interessantes.

É uma maneira de se chegar ao Produto Mínimo Viável ou MVP. Ou seja, seu produto com o maior retorno sobre o investimento. Se o advogado conhece o mercado e o público-alvo, pode avaliar áreas de atuação que possibilitarão maior efetividade em seus planos.

#Quais as vantagens de se adotar o Canvas Jurídico?

Compreender seu escritório com o Business Model Canvas Jurídico é enxergá-lo de maneira sistêmica. Isso permite ao gestor identificar oportunidades de aprimoramento e corrigir deficiências. Além disso, ele consegue conhecer melhor cada pilar que compõe a estrutura do negócio, impactando positivamente em sua gestão.

Outra vantagem do Canvas Jurídico é a usabilidade. É uma ferramenta acessível e fácil de usar. Qualquer pessoa do escritório consegue compreender seu papel e contribuir para um ótimo modelo de negócios.

O Business Model Canvas Jurídico é mais uma ferramenta que contribui diretamente para uma gestão otimizada na advocacia. Assim como o software jurídico, ele ajuda o gestor a enxergar o negócio de forma sistêmica.

Que tal experimentar?

Please follow and like us: