Como funciona o ROI na advocacia?

Publicado em:

ROI na advocacia é uma métrica financeira que demonstra o retorno de um investimento realizado pelo escritório. Será que esse investimento representa um ganho ou perda quando comparado ao seu custo? É exatamente isso que essa métrica aborda. A partir do seu cálculo, o gestor compreende o desempenho do investimento e toma decisões baseadas em dados.

Veja a seguir como funciona o ROI na advocacia.

#O que é o Retorno Sobre Investimento na advocacia?

O Retorno Sobre Investimento na advocacia é, como falamos, a métrica que demonstra se um investimento resultou em ganho ou perda para o escritório. Em outras palavras, a métrica pode justificar ou não determinada decisão.

O ROI na advocacia se torna ainda mais importante quando pensamos em um departamento jurídico. Estamos em uma era em que esta área deixou de ser um lugar de despesas e solução de problemas na empresa. Ela é proativa, inovadora e oferece soluções criativas e econômicas para um negócio. Até por isso, é possível medir o ROI do próprio departamento.

Seja no escritório de advocacia ou no departamento jurídico, é o cálculo do ROI que orienta a tomada de decisão em diversos aspectos. Contratação de software jurídico, investimento em marketing dentre outras ações são apenas alguns exemplos.

#Exemplos práticos de ROI para advogados

Quais estratégias estão gerando lucro ou prejuízo para seu escritório? Em cada setor do negócio jurídico, essa avaliação deve acontecer para trazer os melhores resultados.

A contratação de softwares jurídicos é um ótimo exemplo. Existe o custo da compra de tecnologia. Em contrapartida, a ferramenta oferece a otimização da rotina do escritório, com economia de tempo e recursos.

A captura automática de andamento processual, por exemplo, economiza horas de profissionais. No mesmo sentido, uma solução baseada em jurimetria dá maior assertividade e previsibilidade à advocacia, orientando ora para o acordo ora para a judicialização.

Ao colocar tudo na ponta do lápis, é possível perceber que essas ferramentas trazem um grande retorno sobre o investimento. Assim, seu ROI é muito positivo, pois traz diversas vantagens, tais como:

  • Aumento da produtividade, eficiência e competitividade do escritório;
  • Redução de riscos financeiros para o escritório;
  • Tomada de decisões orientadas por dados;
  • Otimização de tempo e rotina, dentre outros.

#Como calcular o ROI na advocacia?

O cálculo do ROI na advocacia é simples. Você precisa saber o ganho obtido do investimento (receita total) e o valor dos custos do investimento. A partir daí, a fórmula é a seguinte: subtrai-se o custo do lucro, divide o total pelo custo e multiplica por 100.

(Lucro – custo) / custo x 100 = ROI

Exemplo 1: impulsionamento de posts nas redes sociais. Se você investiu R$ 500,00 em conteúdos jurídicos patrocinados e obteve 2 contratos fechados de R$ 3 mil cada, seu ROI foi positivo (1.100%). Afinal, você ganhou R$ 6.000,00 e gastou somente R$ 500,00.

Exemplo 2: contratação de um software jurídico. Vamos pensar na funcionalidade de acompanhamento processual diário. Se seu escritório possui 200 processos, seus profissionais dedicarão um bom tempo para acompanhá-los. Mas o software jurídico reduz bastante o tempo gasto nesta atividade, pois envia notificações automáticas a cada nova movimentação.

Se um profissional gasta 10 minutos para olhar um processo, gastará somente 1 com o software jurídico. A partir disso, você vê a diferença de horas despendidas na pesquisa e o quanto isso representa em remuneração da equipe.

Veja aqui se vale a pena investir em um software jurídico!

Exemplo 3: honorários. Imagine uma causa ganha pelo seu escritório no valor de R$ 200 mil reais. Os honorários contratados foram de R$ 40 mil. A demanda levou 2 anos (da petição inicial ao trânsito em julgado), mas era um caso de baixa complexidade. O advogado precisou de 20 horas de trabalho (estima-se R$ 300,00 a hora do profissional, totalizando R$ 6 mil).  O ROI na advocacia neste caso seria 566%.

E quando o investimento não compensa? O ROI é menor do que 100%. Neste caso acima, se os honorários fossem R$ 20 mil, e a hora do advogado fosse R$ 500,00, o ROI seria 100%. Qualquer mudança para baixo deste limite de honorários, mantendo o valor da hora em R$ 500,00, ocasionaria um ROI abaixo de 100%.

Calcular o ROI na advocacia é muito importante para tomar decisões baseadas em dados. Nem sempre o investimento em tecnologia pode valer a pena, por exemplo. Por isso, é muito importante escolher bem suas ferramentas e calcular o que ela pode fazer por você.

Veja outras dicas para gerenciar seu escritório de forma estratégica!

Please follow and like us: