Desafios paraquedas: como lidar com imprevistos sem que atrapalhe o planejamento?

Publicado em:

Seu escritório de advocacia sabe como lidar com imprevistos? Imagine que você fez um planejamento útil e consistente, tem um bom plano de negócios que direciona as atividades. Mas, de repente, algo inesperado acontece. Qual sua reação diante dessa novidade que pode colocar seu planejamento em risco? Existem algumas boas práticas que minimizam os impactos de imprevistos no escritório, e apontamos as principais no post de hoje. Confira!

Faça uma boa gestão do planejamento

Quando falamos de planejamento de um escritório de advocacia, abordamos seus três níveis: estratégico, tático e operacional. Em qualquer um deles, deve existir prazos e cronogramas bem definidos.

No nível estratégico, as ações são pensadas em longo prazo (entre 5 e 10 anos). Por abordar um grande período, ela apenas dá um norte para os demais níveis. Os outros níveis já englobam práticas com menor prazo e podem apresentar cronogramas bem definidos. Esse é o primeiro passo para lidar com imprevistos, porque diminui as chances de eles impactarem muito nos planos estabelecidos. Em outras palavras, é possível “prever os imprevistos” a partir da gestão do planejamento, que envolve prazos e cronogramas delimitados, ao mesmo tempo em que se faz seu acompanhamento e revisão.

Um bom exemplo é a oscilação da economia em momentos de crise. É um fator externo importante que influencia no planejamento estratégico e, consequentemente, nos demais. Essas alterações pode impactar na gestão financeira, porque pode diminuir o número de clientes ou inviabilizar investimentos.

O gestor deve, portanto, rever suas estratégias diante dos possíveis cenários que podem acontecer durante uma crise econômica. É, em outras palavras, ter um plano B, um plano C e quantos forem necessários para diminuir a imprevisibilidade. É pensar no imprevisto antes de acontecer. Quanto mais planejamento, mais robusto o negócio se torna contra esse tipo de situação

Saiba fazer a gestão de riscos

Intimamente conectado com a gestão do planejamento, a gestão de riscos é uma boa forma de lidar com imprevistos. E o que seria isso em um escritório de advocacia? Basicamente, é traçar um plano que considera os problemas que podem ocorrer durante o planejamento, os impactos que eles podem causar e quais as melhores ações para solucioná-los. É, em outros termos, categorizar os riscos para que as consequências negativas sejam as menores possíveis.

Há riscos externos, como a crise econômica, a mudança do comportamento do mercado consumidor, o advento de novas tecnologias, ou eventos naturais. Há riscos internos, como ausência de pessoal, gap de conhecimento (o único advogado especialista em certo tema sai do escritório) e outros. É preciso conhecê-los para saber como lidar com imprevistos sem que atrapalhem o planejamento.

A partir disso, é preciso organizá-los conforme o impacto que podem causar e, então, traçar as estratégias para evitá-los ou diminuir as consequências.

Realize mudanças de metas ou ações

Para manter um planejamento eficiente no escritório de advocacia, o gestor deve ter consciência de que seu acompanhamento e revisão são intrínsecos ao sucesso. Por isso, saber como lidar com imprevistos passa por realizar mudanças de metas ou ações conforme os acontecimentos.

Assim que houver o impacto, é preciso identificar sua razão e agir o quanto antes. Os planos e estratégias não são imutáveis e devem se adequar aos fatores internos e externos. Exatamente para que não sejam estabelecidos objetivos irreais, que não podem ser atingidos.

Tenha um software jurídico

Quer saber como lidar com imprevistos de forma eficiente? Tenha um software jurídico. E o motivo é simples: para diminuir os impactos no planejamento, é preciso ter uma visão global do negócio. O software reúne informações de todos os setores do escritório, possibilitando ao gestor tomar decisões mais fundamentadas em relação a qualquer equipe.

A partir desses dados, é possível realizar todas as ações que impedem que os imprevistos influenciem negativamente no planejamento. É mais fácil realizar a gestão do escritório, dos riscos, alterar ações e metas, acompanhar e revisar os planos e estratégias.

 

 

Agora que você sabe como lidar com imprevistos com boas práticas, fica uma última dica: tenha resiliência. Um negócio, como o escritório de advocacia, apresenta muitos desafios, mas as chances de sucesso são grandes. Afinal, o advogado é essencial à manutenção da Justiça.