fbpx

Blog

6 Dicas para melhorar a performance no Departamento Jurídico

Publicado em: Sem tempo para ler? Aperte o play abaixo e ouça o artigo!

O departamento jurídico de uma empresa desempenha um papel fundamental no negócio. Ele é estratégico na tomada de decisões e é um dos grandes responsáveis pelo compliance. Por isso mesmo, deve apresentar um funcionamento eficiente e se relacionar com as demais áreas da organização. Dentre suas características, inclusive, estão a atuação preventiva e a integração. Nada de isolamento e reatividade.

Diante desse cenário, os responsáveis devem se preocupar em exercer uma gestão jurídica de alto desempenho. Mas como melhorar a performance no departamento jurídico? Como garantir que as operações da empresa estejam alinhadas com os dispositivos legais? Como atuar de maneira preventiva e participar de decisões estratégicas para o bom sucesso do negócio?

Separamos 6 dicas para melhorar a performance no departamento jurídico. Confira!

Conheça bem o negócio

Uma boa performance no departamento jurídico depende diretamente do grau de conhecimento que ele tem sobre o negócio. Seu único cliente é a empresa. Nada mais certo do que conhecer a fundo seu segmento de atuação, a cultura organizacional, os objetivos, a missão e os valores. É primordial que os profissionais do departamento, especialmente os gestores e líderes, conheçam as operações empresariais e o diferencial da concorrência.

São informações valiosas que nortearão sua atividade. O que é importante para seu cliente? Quais são as necessidades, as dores ocultas e as expectativas que o departamento jurídico pode atender? Para conhecer bem o negócio e melhorar a performance no departamento jurídico, a integração com as demais áreas e com a alta cúpula é crucial.

Seja próximo dos clientes internos

Considerando a necessidade de se ter informações sobre o negócio para melhorar a performance no departamento jurídico, estar próximo aos clientes internos é uma medida crucial. Afinal, é diretamente com eles que os profissionais do departamento conseguirão os dados valiosos para atuar como parceiro de negócios. 

A principal característica do Business Partner é, inclusive, a integração. O departamento jurídico jamais pode ser visto como área isolada do negócio, que se destina somente à resolução de questões legais e regulatórias. Sua aproximação com outras áreas e setores da empresa é o que possibilita uma alta performance. Ele não fica de fora das decisões estratégicas da empresa.

Ao se aproximar dos clientes internos e atuar como parceiro do negócio, o departamento jurídico é utilizado da forma correta. Por isso, destacamos novamente, que ele deve conhecer processos e procedimentos internos, o fluxo de caixa (fontes de receitas e despesas), a competência e a missão de cada setor. Ao ter visibilidade sobre os dados corporativos, é possível melhorar a performance no departamento jurídico.

Tenha parceiros de confiança

Muitos departamentos jurídicos trabalham em parceria com escritórios de advocacia para atender a certas demandas. Além dos escritórios, há parceiros que também contribuem para as atividades. Independentemente de quem seja, é preciso ter confiança nestes terceiros e gerenciá-los.

Essa tarefa de analisar os parceiros que trabalharão diretamente com a empresa é de responsabilidade do gestor. Ela é fundamental para melhorar a performance no departamento jurídico, especialmente se falamos de entrega de resultados em processos judiciais, como é o caso dos escritórios parceiros.

Para garantir que sejam parceiros de confiança, é preciso pesquisar bastante antes de fechar a relação. Boas referências, experiência no mercado, serviço de qualidade, equipe de suporte qualificada e outros critérios devem ser avaliados.

Mude o mindset

Mindset é um paradigma de pensamento que norteia a atuação de uma pessoa. Em outras palavras, é um modelo mental predominante no comportamento. Quando vemos algo completamente inovador em relação ao que conhecemos, ocorre uma quebra de paradigma em algum campo. Uma verdadeira revolução. Atualmente, as tecnologias disruptivas invadiram o Direito e trouxeram uma nova demanda para os gestores nos departamentos jurídicos: mudança de comportamento.

Mudar o modelo mental é uma responsabilidade e um desafio do gestor. Especialmente porque o Direito é um ramo tradicional e conservador. Mas, diante de tantas inovações tecnológicas, é um caminho sem volta. Não se admite mais enxergar a tecnologia como adversária, quando ela é, na verdade, uma grande aliada na otimização de todas as atividades.

Se o departamento jurídico se mantém resistente em adotar mudanças que beneficiam o negócio, ela não atuará como parceiro de negócios. Pelo contrário, prejudicará a empresa. Por isso, há um grande trabalho a ser feito para melhorar a performance no departamento jurídico com a mudança de mindset. E isso deve ocorrer o mais rápido possível.

Vale destacar que a mudança de mindset não se aplica somente à tecnologia. Um raciocínio de gestão baseado na contenção de gastos, por exemplo, anula algumas perspectivas de sucesso. Nada de foco na escassez. Foco na abundância. Mantenha um pensamento de crescimento sempre.

Atue estrategicamente

Ainda que existam parceiros de confiança e informações valiosas provenientes de clientes internos, o departamento jurídico deve atuar estrategicamente para melhorar sua performance. Esse setor não se destina apenas a elaborar pareceres jurídicos. Sua atuação está intimamente ligada a ações preventivas que podem minimizar litígios, verificar incentivos fiscais e tributários, buscar contratações mais seguras e outras práticas para otimizar toda a atuação empresarial.

Para melhorar a performance no departamento jurídico, essa atuação preventiva é importante, pois evita que o setor seja acionado apenas para “apagar incêndios”. 

Invista em um bom software jurídico

A tecnologia no Direito veio para facilitar bastante coisa. Um bom software jurídico possui funcionalidades que podem melhorar a performance no departamento jurídico. Um dos bons exemplos é o CPJ-3C. Além de facilitar a colaboração entre os profissionais, ele oferece controle de escritórios terceiros, cadastro de parceiros e fornecedores, serviço de distribuição de novas ações (com monitoramento por CNPJ e razão Social) e workflow (método de controle de fluxo de trabalho).

Todas as facilidades que o software jurídico oferece são destinadas a melhorar a gestão do setor. Por isso, consegue trazer benefícios relevantes neste sentido, como aumento da produtividade dos profissionais, melhor comunicação entre as equipes, controle de processos internos e outros pontos que ajudam a melhorar a performance no departamento jurídico.

Um gestor responsável quer sempre melhorar a performance no departamento jurídico. Com bastante informação relevante, mindset inovador, atuação estratégica e um bom software jurídico, é possível.

Que tal conhecer o CPJ-3C?

Posts relacionados

Conheça o CPJ-Cobrança!

Postado em: