Escritórios de advogados da incubadora Positivo ganham licenças da Preâmbulo

Publicado em:

Incentivar práticas de inovação e de eficiência na gestão jurídica. Este foi o principal motivo que levou a Preâmbulo a apoiar novas bancas que participaram do projeto de Incubação de Escritórios Jurídicos da Universidade Positivo e Selem e Bertozzi Consultoria.

A Preâmbulo desenvolve soluções tecnológicas para gestão de escritórios de advocacia e departamentos jurídicos, e é líder no segmento de escritórios de advocacia com o software CPJ-3C e desenvolvimento de processos de automação.

Como apoio ao projeto, a Preâmbulo cedeu licenças para o uso do software de gestão jurídica CPJ-3C a dois escritórios de advogados vencedores do processo de incubação. Ao todo foram cedidas nove licenças para usuários, de forma gratuita, pelo período de dois anos.

As novas bancas apoiadas foram a Campos, Klein e Advogados, e Fidelis e Velasco Advogados. Os dois escritórios passaram pelo processo de incubação, e buscaram especialização em áreas específicas com a qual se identificavam.

A banca Campos, Klein Advogados, atua no segmento Agronegócio, tratando de direito ambiental, penal ambiental, previdenciário, trabalhista e tributário. Já a Fidelis e Velasco Advogados, atua na área do Entretenimento, que envolve estratégias consultivas e preventivas, direito autorias, contratos, licenciamento de marcas e produtos, aspectos jurídicos de eventos, entre outros.

Na quarta-feira (09), o diretor da Preâmbulo Maurício Kavinski e a gerente Comercial Andréia Cristina N. Andreatta, receberam os representantes dos escritórios para entrega das licenças do software de gestão jurídica CPJ-3C, e apresentação da estrutura de apoio aos usuários, como videoaulas sobre utilização do software via webinars e equipe de consultoria especializada.

Estiveram presentes para assinatura dos contratos, Rodrigo Maurício Klein, André Vinícius Martins Campos, e Andrea Barth, da banca Campos, Klein Advogados; e Lívia Machado e Murilo Fidelis.

Maurício Kavinski ressaltou o apoio da Preâmbulo aos escritórios e a projetos inovadores como a Incubadora da Faculdade Positivo.

“São escritórios que primam pela eficiência e inovação desde seu início, e isso se identifica com o que esperamos da Preâmbulo e com o que o CPJ pode proporcionar,”, afirma Maurício.

Para as novas bancas de advogados, o CPJ-3C permitirá a gestão completa e eficiente de suas atividades, com flexibilidade na parametrização das funções.

“O CPJ-3C é peça fundamental na estrutura da banca. Sem ele não seria possível uma gestão administrativa e processual eficiente do escritório. Esse sistema nos possibilita um dia a dia mais tranquilo na advocacia, gerindo prazos e distribuindo publicações, além de ser crucial na prestação de um serviço de qualidade aos nossos clientes”, ressalta Rodrigo Klein, da Campos, Klein Advogados.

“Para que possamos fornecer serviços diferenciados, é de extrema importância a utilização de um software completo para gerir nossas demandas, e que, além de contar com linguagem e manuseio facilitado, que nos auxilia muito nas consultas de forma ágil e segura, mantendo todas as informações cadastradas e fornecendo diversos mecanismos de mensuração”, afirma Murilo Fidelis, da Fidelis e Velasco Advogados.

A Incubadora de Escritórios de Advogacia

A Incubadora de Escritórios de Advocacia é desenvolvida pela Universidade Positivo em parceria com o Instituto Internacional de Gestão Legal (IGL). O projeto é voltado para o desenvolvimento de jovens advogados que queiram atuar em áreas inovadoras do Direito, com visão moderna de profissionalização dos serviços jurídicos e liderança de alta performance.

O objetivo é oferecer aos alunos de Graduação e Pós-Graduação capacitação para desenvolvimento de um escritório de advocacia especializado em áreas diferenciadas do Direito.

Após a fase de incubação dentro da Universidade, os projetos aprovados continuam seu aprimoramento com a Consultoria Selem & Bertozzi, especializada em Gestão de Serviços Jurídicos e uma das mais reconhecidas consultorias da área em todo o Brasil. Nesta nova fase as bancas implantarão na prática o conhecimento adquirido no processo de incubação.

Além disto, os participantes dos núcleos tornam-se colaboradores do projeto Incubadora, influenciando novos grupos.

Sobre os escritórios da Incubadora da Universidade Positivo.

CAMPOS, KLEIN ADVOGADOS
Área: Agronegócio
Sócios: Rodrigo Maurício Klein, André Vinícius Martins Campos e Andrea Barth.
www.camposklein.com.br

O escritório Campos, Klein Advogados Associados foi constituído pelos sócios e ex-alunos da Universidade Positivo, Rodrigo Maurício Klein, André Vinícius Martins Campos e Andrea Barth.

Ainda no processo de incubação foi definida a área de atuação principal do escritório dentro do segmento Agronegócio, estruturando a banca para atender com competência os novos clientes.

“Através das consultorias da Selem Bertozzi, foi possível montarmos uma banca de advocacia, desde o princípio, estruturada administrativamente”, diz Rodrigo Maurício Klein, um dos sócios-fundadores da empresa.
A atuação na área do Agronegócio envolve direito ambiental, penal ambiental, previdenciário, trabalhista e tributário. Além do agronegócio, também atuam para empresas dos demais setores, com foco na atuação tributária e trabalhista.

O processo de incubação permitiu entender a complexidade do futuro negócio e formatá-lo para as necessidades.
“Falar a linguagem do cliente e conhecer o seu business a fundo, faz toda a diferença na hora da prestação do serviço. Desde o atendimento, até os produtos jurídicos ofertados, são desenhados minuciosamente para atender a necessidade de cada nicho, passando por Produtores Rurais, Cooperativas e Agroindústrias”, explica Rodrigo Klein.

FIDELIS E VELASCO ADVOGADOS
Área: Entretenimento
Sócios: Tamires Velasco, Roberta M. Castiglione de Lima, Hericson R. Prussak da Silva, Murilo P. Fidelis da Silva e Lívia de Senna Torres Machado.
www.fidelisevelasco.com.br

Ainda no período de pré-incubação o grupo de ex-alunos Universidade Positivo optou pela área de Entretenimento como foco principal de atuação jurídica. Um ramo inovador e com poucos especialistas.

Foram meses de pesquisa e contato com profissionais atuantes na área para compreender todo processo gerencial e jurídico que permitiu estruturar corretamente o novo escritório.

“Podemos dizer, seguramente, que um dos inúmeros benefícios da incubação, é de que estamos no mínimo cinco anos à frente de muitos escritórios em termos de gestão legal, trazendo-nos segurança profissional, excelente relacionamento interpessoal, trabalho de equipe e prospecção de clientes”, diz Tamires Velasco.

A atuação na área do Entretenimento envolve prevenção e minimização de riscos, com estratégias consultivas e contenciosas, contratos, licenciamento de produtos, direitos autorais, registro de marcas, autorizações junto ao poder público, entre outros aspectos.

O processo de incubação permitiu desenvolver também os diferenciais competitivos da banca.

“Desenvolvemos planos de captação de lucro, prevenção e minimização de riscos, com estratégias consultivas e contenciosas; além de também termos o projeto de ampliação dos idiomas dos profissionais do escritório, que atualmente são bilíngues (Português e Inglês), e a utilização da Jurimetria, pesquisa prévia sobre julgados dos tribunais nacionais com o intuito de proporcionar economia para o cliente”, conclui Tamires.

Please follow and like us: