5 dicas para manter uma vantagem competitiva na advocacia

Publicado em: Sem tempo para ler? Aperte o play abaixo e ouça o artigo!

O mercado jurídico é altamente competitivo e apresenta alto volume de escritórios e profissionais. Para não apenas sobreviver, mas ser reconhecido e crescer, manter uma vantagem competitiva é fundamental. E ela vem com uma boa gestão. Algumas ações estratégicas podem te ajudar nesta questão e fazer com que seu escritório saia na frente.

Quer manter uma vantagem competitiva na advocacia? Separamos 5 dicas! Confira.

Investir em tecnologia

O Direito 4.0 é uma realidade. E a vantagem competitiva na advocacia está diretamente ligada à capacidade de você ser um advogado digital (ou escritório digital). Adotar soluções automatizadas é uma forma de sobrevivência, como o uso de software de gestão jurídica, que já é algo quase generalizado. O importante quando falamos do software, que é voltado para eliminar as tarefas burocráticas e organizar toda a gestão do negócio, é escolher um sistema completo e confiável, como o CPJ-3C.

Indo além do software, existem algumas tecnologias que o gestor deve adotar em sua rotina. A inteligência artificial é uma delas. 

Legal Analytics, por exemplo, é uma tecnologia de análise jurídica baseada em IA que permite ao advogado interpretar dados fundamentais (expectativa social sobre a decisão do juiz, tempo de andamento do processo, provas estatísticas sobre o tema e posicionamento do tribunal) para uma determinada causa. Já os chatbots (robôs de comunicação) são ferramentas interessantes de comunicação com o cliente. Existem muitas soluções baseadas em IA que confere vantagem competitiva na advocacia.

Conhece alguma lawtechs? Essas startups jurídicas oferecem soluções inovadoras para problemas comuns no Direito. As plataformas de acordo online são ótimos exemplos, porque oferece soluções extrajudiciais de conflito para as partes de modo totalmente virtual. Outras atuam oferecendo soluções tecnológicas, como softwares.

Acreditar nos colaboradores

Outra maneira de manter uma vantagem competitiva na advocacia é acreditar nos colaboradores. Delegar aos liderados funções e responsabilidades que antes eram somente dos sócios é permitir o crescimento do escritório. 

Os gestores que adotam essa prática sabem da importância de delegar responsabilidades, porque possuem um mindset de descentralização. Escolhem líderes internos ou contratam especialistas para assumir a coordenação de um grupo de colaboradores, respeitam a autoridade desses líderes sabendo que mantêm poder de decisão nos assuntos que lhes dizem respeito.

O resultado disso, além da maior motivação do colaborador, é ter mais tempo para pensar em questões estratégicas, colocando o negócio no rumo do sucesso e mantendo a vantagem competitiva na advocacia.

Não ter medo de inovar

A inovação sempre será sinônimo de vantagem competitiva na advocacia. Um gestor antenado nela procura sempre sair do modelo tradicional, feito por todo mundo. Sua mentalidade e suas ações já são voltadas para surpreender clientes e potenciais clientes, parceiros e público interno.

A postura inovadora é aquela capaz de transpor obstáculos que, na teoria, não têm solução. A pessoa que traz isso consigo tem bastante resignação, seja porque nasceu com ela ou porque a desenvolveu ao longo do tempo. E isso pode acontecer com práticas simples, como enxergar alternativas “fora da caixa”, que não fazem parte do conhecimento que se tem sobre determinado tema. Um advogado com essa conduta pode se inspirar fora do ambiente da advocacia para resolver uma demanda, por exemplo.

Além de ampliar os horizontes, ele não tem medo de compartilhar ideias com sócios, amigos ou colegas de trabalho. É uma forma de colocar a ideia à prova. Afinal, um pensamento genial pode não ter fácil execução e, ao externá-lo, é possível receber um “empurrãozinho” para inovar.

Por fim, ter uma vantagem competitiva na advocacia por meio da inovação é ter coragem e ousadia – e acreditar nesse potencial. Se você, enquanto sócio, vê que uma nova proposta tecnológica que surgiu no mercado pode potencializar sua equipe, não deixe de tentar. O erro é sempre parte do caminho.

Colocar o cliente no centro do negócio

Seu negócio é focado no cliente? Atualmente, é impossível ter vantagem competitiva na advocacia sem essa premissa. Afinal, é comum encontrarmos grandes profissionais espalhados pelo Brasil, em diversos escritórios ou atuando sozinhos. Então, o que diferencia seus serviços? A forma como você se relaciona com clientes e potenciais clientes. 

Prospectar clientes é mais fácil do que fidelizá-los, certo? Por isso, é preciso ter uma gestão que preze por essa relação para que ela se mantenha pelo maior tempo possível. Para tanto, adote a filosofia do Customer Success, que coloca o cliente no centro do negócio. Todo o modo de atuação da empresa é focada no sucesso do cliente, que engloba o ciclo inteiro de relacionamento. Quais são suas demandas? Essa resposta deve fazer parte da cultura organizacional do escritório, de modo a unir a experiência que ele têm com o serviço aos resultados.

Mudar o mindset

O copo pode estar meio cheio ou meio vazio dependendo de quem o olha. Cada pessoa tem modelo mental que predomina e guia suas ações. É o que chamamos de mindset. Na advocacia, um negócio tão tradicional, os sócios e gestores costumam repetir modelos que sempre deram certo e que podem continuar dando. O ponto não é exatamente esse. A questão é que, nem sempre, isso é visto como vantagem competitiva na advocacia.

Por que fazer tudo da mesma forma? Fuja do comum! Atualmente, se você conduz seu escritório baseado na contenção de gastos, seu foco está na escassez, o que retira as perspectivas de sucesso. Para ter vantagem perante os concorrentes, é preciso pensar em crescimento, que depende de planejamento, investimento e produtividade. E existem 3 condutas que devem ser adotadas um mindset voltado ao sucesso:

  • Encare o mercado jurídico como uma grande oportunidade de ter parceiros, não concorrentes, pois há potencial para que profissionais e escritórios trabalhem juntos para prestar um melhor serviço;
  • Faça investimentos de bom custo-benefício, como uso de tecnologias e marketing jurídico digital, que podem melhorar toda a gestão e a produtividade das equipes, além de trazer novos clientes;
  • Tenha profissionais satisfeitos com o trabalho, que entendem a cultura organizacional e se mantêm motivados para realizar suas atribuições. Para isso, valorize e invista nas pessoas.

Conquistar vantagem competitiva na advocacia é uma forma de ampliar a cartela de clientes e de colocar o escritório na rota do crescimento sustentável. Como apontamos, dentre outras práticas, a tecnologia é fundamental para que isso aconteça.

Você vai esperar o mundo inteiro se tornar tecnológico para se adaptar? Veja por que não se pode fazer isso!