Como a Análise SWOT pode ajudar o seu escritório de advocacia?

Publicado em:

Sua preferência é ouvir ao invés de ler? Então aperte o play e consuma o conteúdo completo.

A Análise SWOT é uma ferramenta muito importante no planejamento estratégico na advocacia. Qualquer gestor de escritório deseja ter um processo que aponte as melhores ações para atingir as metas definidas para o escritório, certo? E essa definição depende diretamente de uma análise das condições internas e externas ao negócio.

É exatamente essa análise que chamamos de Análise SWOT. Onde você quer chegar? O que fazer para atingir tal patamar? O que pode ameaçar ou impulsionar seu escritório na hora de concretizar os objetivos?

Antes de tudo, entenda o que é Análise SWOT

A Análise SWOT é uma ferramenta de planejamento estratégico. Sua função é fazer um diagnóstico completo do negócio e do ambiente que o cerca. Desenvolvida na década de 60 e também chamada de Matriz SWOT, ela é capaz de nos apontar questões fundamentais de um escritório de advocacia, tais como:

  • Forças (Strengths): fatores internos que colocam um escritório de advocacia em posição de destaque no mercado e na frente dos concorrentes. O uso de tecnologias avançadas de gestão é um bom exemplo.
  • Fraquezas (Weaknesses): fatores internos que podem atrapalhar o desempenho do escritório no mercado e frente a seus concorrentes, como a desorganização dos processos internos.
  • Oportunidades (Opportunities): fatores externos que impulsionam o escritório a melhorar seu desempenho em relação aos concorrentes, como parcerias sólidas com outros escritórios.
  • Ameaças (Threats): fatores externos que prejudicam o escritório em relação ao mercado e aos stakeholders (clientes, fornecedores etc.), como a crise econômica ou as mudanças legislativas.

Podemos dizer então que a análise SWOT colabora diretamente com o planejamento do escritório, pois identifica as potências e as deficiências do negócio, permitindo que o gestor encontre formas de se beneficiar disso e atingir os objetivos estabelecidos.

Percebeu como a Análise SWOT é importante para seu escritório de advocacia?

Se ainda não percebeu, vamos a um pensamento bem simples sobre a Análise SWOT. Você, gestor, conseguiu apontar todos os fatores que interferem no ambiente interno e externo do escritório.

Para isso, analisou as atividades exercidas, como os processos internos relacionados ao cliente, aos profissionais, à tecnologia, ao marketing, à cultura organizacional. De igual maneira, pensou no comportamento do mercado atual diante de uma grave crise econômica e sanitária e em outros pontos externos.

Em outras palavras, você percebeu que seu escritório tem diferenciais importantes que favorecem seus serviços. O que fazer com eles? Enaltecer! É sua vantagem competitiva, que deve ser utilizada em máxima potência.

Se você é o único escritório especializado em sua região em direitos trabalhistas para médicos, excelente. Aproveite esse fator para criar um cenário favorável para seu negócio, investindo em marketing bem direcionado e adotando outras ações.

Por outro lado, você encontrou algumas deficiências que desfavorecem seus serviços advocatícios. O que fazer? Corrigi-las. Os pontos negativos devem ser encarados como oportunidades de melhoria. Assim, você direciona sua gestão para corrigir essa desvantagem.

De forma mais simples, veja os benefícios da Análise SWOT

A Análise SWOT é de suma importância em seu escritório, pois abre o olho do gestor sobre as atuais condições de seu negócio. É um grande benefício, pois, como acabamos de apontar, permite explorar oportunidades e pontos fortes, corrigir pontos fracos e se prevenir de ameaças.

Diante disso, apontamos 3 grandes benefícios da Análise SWOT:

1.   Tomada de decisões estratégica

Quando se tem clareza de todas as questões que giram em torno de um negócio, o gestor consegue tomar decisões de maneira mais estratégica. Ele enxerga pontos fortes e fracos, o que o permite estabelecer vantagens e desvantagens perante a concorrência ao elaborar seu planejamento.

Isso significa potencializar o resultado das ações, seja de enaltecimento das qualidades ou de melhoria contínua das falhas. Com um mapeamento completo do escritório de advocacia, o gestor enxerga possibilidades de evolução e melhoria e tem maior assertividade ao traçar estratégias com embasamento técnico.

2.   Identificação de oportunidades do mercado

As pesquisas e estudos feitos com a análise SWOT no ambiente externo permite ao gestor entender melhor o mercado e identificar as oportunidades de crescimento. Com um planejamento embasado, evita-se o “tiro no escuro” ou o “passo maior do que a perna”.

3.   Ótimo custo benefício

Se você está pensando que fazer uma Análise SWOT demanda muitos recursos, está errado. Ela pode ser feita internamente de maneira simples ou é possível também contratar um serviço especializado.

Seja qual for a escolha, a partir dos resultados obtidos, o gestor traça estratégias para evoluir o escritório de advocacia. O retorno sobre o investimento, sem dúvidas, compensa muito.

Mas como colocar em prática essa análise no escritório?

Quais são as melhores experiências e as áreas de maior domínio de seu escritório de advocacia? Elas podem ser diferenciais perante concorrentes, seus pontos fortes. O que impede seu escritório de ser melhor? São seus PONTOS FRACOS.

Mas como encontrá-los? Como fazer a análise SWOT no escritório de advocacia? De maneira bem simples, são duas etapas: análise interna e análise externa.

A análise do ambiente interno é o momento em que você busca os fatores internos que influenciam seus serviços. São as forças e as fraquezas. Separe seu “produto” do mercado para não ter influência do ambiente externo não terá influência. E o que fazer? Veja:

  1. Pontue somente dados e fatores sob seu controle.
  2. Elenque todas suas vantagens frente à concorrência e as qualidades que podem ser consideradas seu diferencial, que tornam seu escritório mais competitivo;
  3. Elenque todas as possíveis fraquezas do escritório, aquilo que está prejudicando ou pode prejudicar seu negócio no futuro, e analise o grau de dificuldade deles.

A análise do ambiente externo é olhar para o mercado. São variáveis incontroláveis, sobre as quais você não tem poder para agir diretamente, mas pode se prevenir de seus impactos. Por isso, devem ser mapeados ou explorados com atenção. E como fazer?

  • Pontue somente dados e fatores fora do seu controle, que não podem servir de base para sua estratégia, mas que devem ser considerados como possibilidades;
  • Analise as forças externas que influenciam ou podem influenciar negativamente os planos do seu escritório de advocacia (ameaças).
  • Analise as forças externas que são positivas para o seu negócio (oportunidades).

Análise SWOT cruzada

Por fim, se quiser se aprofundar na Análise SWOT, você ainda pode cruzar as informações levantadas na chamada Análise SWOT Cruzada. Ela pode ajudá-lo a traçar planos de ação inovadores. Veja de forma simplificada:

  • Estratégia Ofensiva: Forças + Oportunidades = vantagens competitivas;
  • Estratégia de Reforço: Fraquezas + Oportunidades = superação de impactos negativos;
  • Estratégia de Confronto: Forças + Ameaças = prevenção de impactos negativos;
  • Estratégia de Defesa: Fraquezas + Ameaças = redução de danos e proteção do negócio.

Com a Análise SWOT, é possível ter um escritório de advocacia com ações mais assertivas e melhor desempenho.

Qual é sua ferramenta de gestão estratégica?

Please follow and like us: