Jurimetria em escritórios e departamentos jurídicos

Publicado em:

Você já ouviu falar em jurimetria? É ela quem fez ir por terra a ideia de que advogados não conseguem trabalhar bem com números e estatísticas. Essa metodologia de estudo vem sendo utilizada em escritórios e departamentos jurídicos de forma estratégica. É a atuação do profissional como um verdadeiro parceiro de negócios, o chamado Business Partner.

Já imaginou conseguir estimar a probabilidade de uma decisão ser favorável ou contrária a seu cliente? Pois é isso que a jurimetria faz. Confira!

O que é jurimetria?

Jurimetria é a metodologia de estudo utilizada para compreender processos e fatos jurídicos a partir de modelos estatísticos. Por meio dessa multidisciplinaridade, a doutrina e a jurisprudência são compreendidas e estudadas.

Ela vem sendo utilizada dentro e fora dos tribunais, em todas as especialidades do Direito, na pesquisa acadêmica e no exercício da advocacia em escritórios e departamentos jurídicos. Isso porque ela descreve interesses concretos de agentes jurídicos, os conflitos e as soluçőes oferecidas pelos magistrados.

De forma mais simples, a jurimetria é capaz de identificar os padrões decisórios na Justiça, as mudanças de paradigmas e os novos posicionamentos de magistrados.

Essa descrição da “vida prática” do Direito faz com que a jurimetria seja uma ferramenta importante para o desenvolvimento de instituições mais adequadas à sociedade. Especialmente porque auxilia os cidadãos a compreenderem melhor as autoridades. No mesmo sentido, ajuda essas autoridades a elaborarem leis mais condizentes à realidade social.

Como ela funciona na prática?

Na prática, a jurimetria é uma ferramenta que analisa todos os dados das decisões judiciais para compreender seus padrões. Mesmo que consideremos que cada processo possui suas peculiaridades e que os magistrados possuem diferentes convicções que podem mudar conforme o caso, os fatos e as provas dos autos, a jurimetria é capaz de chegar a um dado preciso sobre o comportamento dos tribunais.

Por isso, é uma ferramenta que transforma a advocacia consideravelmente, sendo fundamental para uma atuação mais assertiva do advogado. Com esses dados que ela oferece, o profissional consegue tomar decisões mais estratégicas em cada caso que patrocina.

É possível, por exemplo, enxergar que, de acordo com os padrões identificados nas decisões judiciais e no comportamento da parte adversa, o litígio judicial pode ser desvantajoso. Neste caso, a conciliação prévia pode ter melhor resultado.

Em palavras simples, a jurimetria é um estudo estatístico que permite ao advogado estabelecer estratégias a partir de cenários simulados. Além das decisões mais precisas, o profissional se torna mais produtivo.

Qual a importância do uso de indicadores na advocacia?

Quais os benefícios a jurimetria traz para escritórios e departamentos jurídico?

Qual advogado não gostaria de saber o posicionamento do juiz responsável pelo seu processo? As chances de êxito ou de perda seriam conhecidas previamente, o que poderia fazer com que o profissional minimizasse os riscos da demanda. E esse é o primeiro benefício que a jurimetria traz para escritórios e departamentos jurídicos: entender a probabilidade de sucesso.

Com esse método, é possível tomar decisões a partir da análise de um padrão de comportamento do magistrado e da atuação da parte adversa. No mesmo sentido, é possível identificar o uso de doutrina e jurisprudência em decisões de casos semelhantes.

Em outras palavras, a jurimetria coloca o advogado em situação privilegiada.

Pense na situação contrária. Quanto tempo um advogado demoraria para identificar um padrão de sentença sem o uso de uma solução tecnológica como a jurimetria? Seriam anos de trabalho e estudo para estudar a posição de determinados juízes. E se ocorrer algum impedimento ou suspeição? O trabalho de nada serviu.

Com a jurimetria e a possibilidade de acessar um banco de dados alimentado frequentemente (o que pode ser feito por um software jurídico, como veremos adiante), é possível analisar milhares de sentenças, acórdãos e petições de qualquer espécie. Também é possível cruzar informações, identificar padrões e apontar tendências em poucos minutos.

Ou seja, o advogado não perde tempo com a tarefa e aumenta sua produtividade no trabalho, deixando para a ferramenta o trabalho burocrático.

Outro ponto que merece destaque é que a jurimetria preenche uma lacuna que só era completada com o tempo. Os advogados iniciantes e os estagiários passam a acessar uma “inteligência” que era restrita aos profissionais experientes, uma vez que somente os advogados mais antigos, pelo passar dos anos, conseguiam saber exatamente como era o comportamento de determinado juiz diante de um caso específico.

Um outro benefício, que ultrapassa o âmbito dos negócios, é que a advocacia se torna mais competitiva. Mas a quem isso interessa? Aos profissionais. Como a tecnologia pode ser usada por ambas as partes, o advogado deverá desenvolver e aprimorar habilidades diferenciadas que ultrapassam o argumento, chegando ao campo da estratégia. Isso, certamente, elevará a advocacia a outro patamar em um futuro breve.

Qual o papel do software jurídico na jurimetria?

A jurimetria depende fundamentalmente do lançamento e da alimentação de dados para conseguir estudar e prever comportamentos. Essa é uma das tarefas primordiais de um bom software jurídico, que se alimenta com a movimentação dos processos e a partir da pesquisa de jurisprudência.

Imagine que um advogado queira analisar a porcentagem de ganho ou perda de acordo com o pedido feito na petição. Basta que o software puxe os dados do juiz responsável pelo julgamento, inclusive a comarca que atua ou atuou, seu posicionamento sobre os pedidos e suas decisões.

De acordo com esses dados, os softwares podem calcular estatisticamente os valores envolvidos nos pedidos de certa comarca e prever decisões com bom índice de acerto.

Mesmo diante do crescimento exponencial do volume de dados de um escritório de advocacia ou departamento jurídico, o software jurídico consegue organizar a informação de forma que o profissional consiga trabalhar bem com ela.

Com mais facilidade para interpretar e gerir informações estratégicas e valiosas para seus processos, o gestor dos departamentos e dos escritórios de advocacia aumenta a produtividade de toda a equipe e as chances de sucesso de seu negócio.

A jurimetria certamente modificará bastante a forma de se praticar a advocacia. Novas tecnologias aparecerão em breve e complementarão o trabalho estatístico realizado por esse método. Sistemas baseados em linguagem, capazes de escanear, interpretar e sintetizar um documento escrito, já são realidade. Não à toa, a alcunha “advocacia baseada em dados” apareceu.

E você? Consegue organizar seus dados e extrair informações por meio das análises estatísticas? Apresentamos a metodologia que é interessante a escritórios de advocacia e departamentos jurídicos. Você pode entrar em contato para conhecer o CPJ-3C e saber o que podemos fazer pelo seu negócio.