Legal Analytics e BI para advogados inteligentes

Publicado em:

Ao invés de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo:

Legal Analytics e Business Intelligence (BI) são termos recentes que ainda não são tão familiares aos profissionais do Direito. Mas deveriam ser. Essas soluções tecnológicas possuem um impacto positivo em qualquer área jurídica em que atuam, podendo trazer uma vantagem competitiva bastante relevante aos escritórios. Quer saber o que é Legal Analytics e BI para advogados? Confira!

O que é Legal Analytics?

Legal analytics é uma tecnologia de análise jurídica baseada em inteligência artificial. Esse modelo movido a análises pode ser determinante para a elaboração de estratégias processuais mais efetivas. Isso porque a análise da base de dados de um escritório de advocacia pode indicar padrões significativos em litígios anteriores. Ou seja, é possível identificar tendências, e é com base nelas que os profissionais têm capacidade de traçar uma linha de ação com maior chance de sucesso nos casos.

O Legal Analytics permite a um advogado interpretar dados fundamentais para uma determinada causa, como:

  • Expectativa social sobre a decisão do juiz;
  • Tempo de andamento do processo;
  • Provas estatísticas sobre o tema;
  • Posicionamento do tribunal.

Imagine que você entrou com uma ação que discute a participação societária de seu cliente na comarca X. O responsável pelo julgamento será o juiz Y. Com o Legal Analytics, você conseguirá fazer uma análise para perceber qual o posicionamento do juiz em ações semelhantes em várias comarcas. É possível, também, ter uma estimativa de quanto tempo o litígio pode durar na esfera judicial.

Essa tecnologia possui muita usabilidade unida à jurimetria. Ela é utilizada em todas as especialidades do Direito, no exercício da advocacia em escritórios, por descrever interesses concretos de agentes jurídicos, os conflitos e as soluçőes oferecidas pelos magistrados. Em outras palavras, identifica padrões decisórios na Justiça, as mudanças de paradigmas e os novos posicionamentos de magistrados. Por isso, guarda uma relação tão íntima com Legal Analytics e BI para advogados.

A análise jurídica também se relaciona ao data driven, que é a gestão quantitativa dos dados. O analytics usa a abordagem qualitativa, sendo, por isso, mais demorado, mais complexo e mais preciso. De maneira simples, aplicar Legal Analytics em data driven é “turbinar” a gestão de dados, o que contribui para definir as estratégias relevantes para os negócios.

Para realizar uma boa análise jurídica, o advogado deve:

  1. Escolher os dados certos para monitorar;
  2. Analisar os dados conforme a meta e o foco de cada área do negócio;
  3. Estipular as melhores práticas para monitoramento de dados e fazer com que as equipes a apliquem;
  4. Fixar parâmetros reais para analisar os dados.

O que é Business Intelligence?

Legal Analytics e BI para advogados são faces de uma mesma moeda. Business Intelligence é uma ferramenta tecnológica de alto valor estratégico para um escritório de advocacia. É um conjunto de processo que auxiliam os gestores a tomarem as melhores decisões para seus negócios. O BI é responsável por coletar, organizar e analisar os dados, cruzando informações e oferecendo aos advogados uma visão completa e personalizada do negócio. Assim, eles conseguem enxergar se os investimentos realizados estão trazendo bons resultados.

Ao invés de tomar decisões e traçar estratégias baseadas em intuição, experiência e conhecimento de mercado, o Legal Analytics e BI para advogados faz com que essa prática tenha fundamento e consistência em dados.

Qual a relação entre Legal Analytics e BI para advogados?

A relação entre Legal Analytics e BI para advogados é intrínseca, pois ambas as soluções tecnológicas são voltadas para a análise inteligente de dados. Não à toa, o CPJ-3C, software jurídico da Preâmbulo, conta com a ferramenta de Business Analytics desenvolvida para escritórios de advocacia e departamentos jurídicos.

Essa plataforma que une Legal Analytics e BI para advogados atua de diversas formas, como:

  • Captura de dados do sistema do usuário, seja ele qual for, e transformação desses dados em dashboards;
  • Geração automática de informações, a partir da inserção de dados com os padrões atuais, sem necessidade de alterar as rotinas de alimentação do sistema;
  • Acompanhamento das demandas consultivas e contenciosas e visualização da carteira de processo sob diversos pontos de vista;
  • Visualização da produtividade do time e de escritórios terceirizados;
  • Entrega de informações assertivas para o cliente;
  • Acompanhamento interativo de prazos internos e externos.

Na parte de Analytics, o advogado consegue obter respostas instantaneamente a partir do cruzamento de diversos assuntos de interesse, como advogados, processos e clientes. Com a possibilidade de receber um report com as principais informações do negócio.

Vantagens de contar com essas soluções

Um escritório que conta com essas soluções tecnológicas pode usufruir de benefícios práticos e fundamentais para seu negócio. Já imaginou sua controladoria jurídica utilizando um software integrado com Legal Analytics e BI para advogados?

Além do ganho de tempo, da minimização dos erros, da tomada de decisões inteligente, podemos listar como vantagens:

  • Redução de tempo com a automação na geração de informações estratégicas e operacionais do dia-a-dia, o que elimina a necessidade de exportar relatórios e cruzar manualmente planilhas;
  • Melhoria no relacionamento com clientes, uma vez que é possível gerar informações rápidas e precisas no momento em que o escritório é demandado pelo cliente;
  • Elaboração de análises rápidas com dashboards, que colaboram com insights para a tomada de decisões que podem aumentar receitas e reduzir custos;
  • Definição de prioridades e redistribuição de tarefas a partir dos dados em tempo real, contribuindo para uma gestão otimizada;
  • Maior assertividade e padronização das análises, o que elimina a possibilidade de erros na geração de informações;
  • Contribuição para a visão geral do escritório (administrativo, financeiro e jurídico);
  • Criação da própria jurimetria;
  • Auditoria dos dados.

Legal Analytics e BI para advogados é o que um escritório de advocacia moderno precisa. Felizmente, essas soluções já vêm integradas em um bom software jurídico, como o CPJ-3C. Peça logo uma demonstração e veja como o CPJ-Analytics pode contribuir para otimizar sua gestão!